Compete à Seção de Vigilância Socioassistencial - SVS: Implantar sistema de informação, acompanhamento, monitoramento e avaliação para promover o aprimoramento, qualificação e integração contínuos dos serviços da rede socioassistencial; manter atualizado o conjunto de aplicativos do Sistema de Informação do Sistema Único de Assistência Social – Rede SUAS; coordenar o processo de realização anual do Censo SUAS, zelando pela qualidade das informações coletadas; produzir e sistematizar informações, indicadores e índices territorializados das situações de vulnerabilidade e risco social e pessoal que incidem sobre famílias e/ou pessoas nos diferentes ciclos de vida; realizar estudos, pesquisas e diagnósticos; monitorar todos os serviços que compõem a rede socioassistencial do Município, ou seja, os registrados no Conselho Municipal de Assistência Social, tanto os governamentais quanto os não-governamentais; Coordenar os processos de monitoramento e avaliação dos programas, benefícios, projetos e serviços socioassistenciais por meio do desenvolvimento de ferramentas e instrumentais de coleta de sistematização de dados e informações; Utilizar a base de dados do Cadastro Único como ferramenta para construção de mapas de vulnerabilidade social dos territórios, para traçar o perfil de populações vulneráveis e estimar a demanda potencial dos serviços de Proteção Social Básica e Especial e sua distribuição no território; coordenar e acompanhar a alimentação dos sistemas de informação que provêm dados sobre a rede socioassistencial e sobre os atendimentos por ela realizados, mantendo diálogo permanente com as áreas de Proteção Social Básica e de Proteção Social Especial, que são diretamente responsáveis pela provisão dos dados necessários à alimentação dos sistemas específicos ao seu âmbito de atuação.

A Seção de Vigilância Socioassistencial contará com o Núcleo de Monitoramento de Informações - NMI, à qual compete: sistematizar os dados e informações afetos à área; manter os dados sobre os benefícios da política de assistência social e os seus respectivos beneficiários; emitir e socializar os dados necessários ao planejamento das ações técnicas, bem como para deliberação das prioridades junto aos conselhos das áreas afins; monitorar a utilização de sistemas de informação que permitam o registro, administração, disseminação de informações sobre os usuários e da gestão da política.

Compartilhe: