Decidida a migrar de uma vez por todas do PPA Procedimental para o PPA Estratégico, a Prefeitura de Pinhais vem avançando no Processo de Elaboração do seu Plano Plurianual para os próximos 04 anos (2018-2021), tendo um bom aproveitamento dos conteúdos abordados na Capacitação oferecida recentemente pelo Departamento de Orçamento (DEPOR).

A Controladoria Geral do Município, que tem a responsabilidade de avaliar o cumprimento das Metas do PPA e emitir o Atesto de Regularidade quanto aos resultados da Gestão Municipal para o Tribunal de Contas do Estado do Paraná, tem participado ativamente das discussões procurando contribuir com a Prefeitura, no sentido de que seja melhor aproveitada esta "janela de oportunidade" que se abre a cada 04 anos, para propor às Secretarias que incorporem em seus Programas e Ações aquelas recomendações feitas pelo Controle Interno nas Auditorias realizadas nos últimos anos.

Alicerçada em seu tripé de atuação, baseado em Normas, Processos e Sistemas, a CGM já tinha dado uma importante contribuição com a publicação da IN CGM 040/2017 que institui o Manual de Orientação Metodológica para Elaboração do PPA e demais Planos de Políticas de Governo, ao mesmo tempo em que vinha trabalhando na modelagem do processo eletrônico que automatiza a rotina de elaboração e padroniza o conjunto de informações requeridas em cada fase, mediante o uso de um workflow (processo digital) e de formulários eletrônicos específicos para cada etapa do Processo.

"Tendo sido iniciada a revisão pelo Programa 40, voltado à Gestão Administrativa e de uso comum à maior parte das Secretarias, foi possível avançar na definição de um conjunto de requisitos que precisarão ser observados por todos, visando mensurar outros aspectos que não somente a execução orçamentária do Programa e que também serão replicados aos demais Programas específicos de cada Secretaria, como por exemplo, a instituição obrigatória de um indicador de cobertura (leia-se, atendimento da demanda quantificada) para cada Ação do PPA", afirma Lincoln Américo, Subcontrolador de Normas e Informações Gerenciais.

"Procurar fazer uma validação do quanto os indicadores expressam o atingimento da Finalidade da Ação e o quanto estas Ações contribuem para a redução do Problema identificado no Programa de cada Secretaria, será o grande desafio da Prefeitura nesta fase, haja vista que se a mudança não acontecer primeiro na cabeça do responsável, este tende a executar esta etapa com a mesma mentalidade de outros anos, onde a preocupação era tão somente preencher uma planilha eletrônica com os campos mínimos exigidos pelo ERP da Prefeitura e, quando muito, apontar um único indicador de Meta Física para o TCE-PR. Mudar a cultura organizacional, vai acabar sendo um produto secundário, mas de extremo valor para que a Prefeitura possa retomar e consolidar o trabalho iniciado em prol da Melhoria da Gestão, como a implantação da Norma ISO 9001, por exemplo", complementa o Gestor.

E depois de atuar nas vertentes de Normas e de Processos, a Controladoria avança também na vertente de Sistemas, com a implantação dos Mapas Estratégicos de cada Secretaria, que espelharão em um primeiro momento, os Programas, Ações e seus respectivos indicadores de desempenho em Scorecards específicos que estão sendo modelados no SoftExpert Excellence Suite - Módulo SE Desempenho, conforme compromisso assumido pela CGM neste novo PPA. O próprio Mapa Estratégico da Controladoria, que já espelha todos os compromissos assumidos por ela no PPA 2018-2021, está servindo de exemplo para mostrar às Secretarias como será a representação visual dos Objetivos Estratégicos de cada área, possibilitando um monitoramento diário e em tempo real de todos os indicadores das Secretarias por meio de Portais Gerenciais que muitos conhecem por Painel de Bordo ou Painel de Gestão à Vista.

Publicado em 10/03/2017
 

Compartilhe:

Galeria de fotos:

Gallery Thumb 1Gallery Thumb 1Gallery Thumb 1Gallery Thumb 1Gallery Thumb 1